Biografia

Luciana Savaget

As histórias que eu costumo escrever são tecidas pelas linhas do sorriso, do brilho nos olhos, da expressão de inocência...de tudo, enfim, que vivi na infância e que até hoje me estimula a viver, sonhando.

É como estar do lado avesso das coisas... É ver a vida pelo lado de fora.
No mundo dos livros, onde os sonhos habitam, tudo é diferente. Podemos nos transformar a qualquer hora no que quisermos, numa sereia, numa bruxa ou num simples espectador de uma estrela caindo do céu.
Quando nós, escritores, criamos uma história, é para que cada palavra se prolongue no gesto, no olhar, e na voz que nos conduzam à imensidão do imaginário, lá, onde fica o ar que respiramos através da criação literária.
Sou brasileira, nasci no Rio de Janeiro.
Costumo dizer que cresci acreditando em tudo que é mágico. Por isso escrevo para crianças.
Meus livros também estão sendo lidos na Palestina.
Traduzi para o português: "Minha Vida junto a Pablo Neruda", escrito pela sua esposa Matilde Urrutia".
Sou também jornalista e atualmente trabalho na Globo News-TV a cabo da Tv Globo.
Ganhei diversos prêmios mas me orgulho de ter sido eleita "Personalidade do Ano Internacional da criança", em 1993 recebi o diploma de honra ao mérito no Festival Internacional Film e TV de Nova York, com o programa crianças trabalhadoras, transmitido pelo programa Globo Repórter. Em 2002 ganhei o importante prêmio Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos.
Esse é o meu universo, com o sabor tão especial que só o coração produz e transmite.

2006
Prêmio Altamente Recomendável. Dadá, a Mulher de Corisco. Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ).

2006
Prêmio Altamente Recomendável. Operação Resgate em Bagdá. Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ).

2004
Prêmio Altamente Recomendável. O Amor de Maria, a Bonita. Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ).

2003
Prêmio Altamente Recomendável. O Amor de Virgulino, Lampião. Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ).

2002
Prêmio Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos.

1997
Prêmio do Parlamento Latino Americano pelo programa Peru, uma Viagem Mística, também veiculado no Globo Repórter.

1994
Diploma de honra ao mérito no Festival Internacional de Filme e TV de Nova York, com a reportagem Trabalho Infantil, transmitida pelo programa Globo Repórter.

1980
Prêmio Críticos de Arte de São PauloPelo Programa "Recado a Vinicius de Moraes" - apresentado pela TV Bandeirantes.

1980
Troféu O RepórterPela apresentação do programa infantil "Pulmman Jr".

1979
Personalidade Internacional do Ano da Criança.União Brasileira dos Escritores - UBE.